sábado, 5 de julho de 2008

Divisões inexatas

Nadar às vezes é cansativo, às vezes é entediante. Aí eu costumo pensar em metas. Nadar 800 metros pode ser demais, mas que mal há em nadar cinquenta?, e depois mais cinquenta e mais cinquenta... A melhor forma de não parar é justamente essa, a de dividir as grandes metas e ir fazendo só mais uma, só mais uma, ad eternum ou ad nauseam.

Nas outras coisas da vida, é igualzinho. Só que eu nunca sei quantos metros faltam.

3 comentários:

Igor disse...

Tem uma passagem do Pirâmides, do Terry, que é exatamente isso. Muito boa por sinal aeuhuaehieauhae

Gabriel Mourão Soares disse...

nem lembro, mas essas coisas grudam na cabeça. vc saberia me localizar melhor?

Gabriel Mourão Soares disse...

Agora em quadrinhos!
http://gmourao.blogspot.com/2010/05/divisoes-inexatas-hq.html